Reeducação financeira

Publicada em 29 de Abril de 2021

  • Reeducação financeira

Como anda a sua saúde financeira? Em tempos de pandemia, com o aumento do número de desempregados e, consequentemente, o de inadimplentes, passar por uma reeducação financeira é fundamental. Afinal, manter-se distante das dívidas negativadas e ter crédito na praça é o grande objetivo, correto?


Pequenas alterações no seu dia a dia farão uma grande diferença, acredite. Comece por um “exercício” simples. O primeiro passo é anotar todos os gastos; dos maiores aos menores, inclusive aqueles que você considera “bobagens”, como aquele cafezinho pela manhã ou após o almoço. Sim, ele pode fazer um estrago e tanto no seu orçamento. Em uma conta rápida, se você tomar um café na padaria por dia a R$ 4 , no ano você terá gasto R$ 1.460. Ao cortar este gasto pela metade você terá incríveis R$ 730, que pode ser direcionado a outra finalidade, como a abertura de uma poupança. Este valor que “sobrou” não é mágica, ele já estava ali, mas só pode ser visto com a reeducação financeira.


O primeiro passo foi dado. Agora, chegou a vez de classificar os gastos entre o que é supérfluo (mais conhecido como comprar por comprar); essencial (também chamado de isso não dá para viver sem) e o que será poupado (o popular: isso é para a minha aposentadoria). Tenha em mente que esta é uma atitude fundamental para se ver livre das dívidas negativadas e ter o pleno controle de suas contas ao longo do mês.


Feito isso, estabeleça metas de curto, médio e longo prazos para os seus objetivos. Aliás, metas fazem parte da vida profissional das pessoas. Chegou a hora de trazê-las para a vida pessoal. As de curto prazo, por exemplo, são aquelas para acontecer entre seis meses e um ano. Entra aí, por exemplo, a troca da TV da sala. Já as de médio prazo, são realizadas entre um ano e cinco anos. A troca do carro por um mais novo é um excelente exemplo. E, as de longo prazo, são as de mais de cinco anos para serem cumpridas, como a compra de um imóvel ou a tão esperada aposentadoria.


Não confunda!

Passar a poupar não é sinônimo de ser mesquinho. Muito pelo contrário. Outro ponto importante é que ter apenas metas a curto prazo não permite grandes conquistas. Por outro lado, se as metas forem apenas de longo prazo, corre-se o risco de a pessoa acabar desistindo, já que as conquistas ficam muito distantes.


Quer outro exemplo prático de reeducação financeira? Se ela tiver um salário líquido de R$ 2mil e reservar R$ 50 para as metas de curto prazo; R$ 100 para as de médio e R$ 200 para as de longo, esta pessoa terá de adequar seu padrão de vida com um “salário” de R$ 1.650. Se por ventura não seja possível cortar mais gastos, a saída é aumentar a renda com uma atividade extra. Uma boa alternativa é o Programa de Afiliados da K90 Negociações Bancárias, onde é possível ganhar uma comissão mensal de R$ 1 mil, indicando para 50 amigos por mês (R$ 20 para cada contrato efetivado). São mais de 80 milhões de clientes esperando por um contato. 


Dicas para guardar na mente


Dedique um tempo para a sua reeducação financeira;


Controle suas finanças;


Ao comprar no débito a chance de gastar por impulso é menor;


Lembre-se que a busca por status pode prejudicar sua saúde financeira; 


Crie metas;


Anote TODOS os seus gastos;


Atente-se aos pequenos aumentos. Se um produto custava R$ 1 e passou a custar R$ 1,25, esse preço subiu 25%;


Defina um valor para investir que caiba no seu bolso, para não desistir; 


Investimentos mais conservadores são indicados nos primeiros anos. Diversifique conforme o volume aumentar.



 A K90 Negociações Bancárias conta com um time especializado que pode auxiliá-lo a montar este plano de reeducação financeira, assim como pode ajudá-lo a Renegociar dívidas, de maneira que caberá no seu bolso.


Reduzindo Dívidas

Mais artigos

Voltar Início Ir ao Topo

© 2020-2021 K90 - Dívidas Negativadas
Política de Privacidade   |   WhatsApp: (31) 99872-2493
Dívidas Negativadas K90
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.