Ar-condicionado: o grande vilão da conta de luz?

Publicada em 26 de Janeiro de 2022

  • Ar-condicionado:  o grande vilão da conta de luz?


Algo que já não está barato, pode vir ainda mais caro em fevereiro, se o Verão realmente “engrenar”. Com as altas temperaturas, quando a sensação térmica passa dos 50º C, é bastante complicado fazer qualquer tipo de atividade sem ventiladores ou ar-condicionado ligados. Embora solucionem a questão do excesso de calor, esta solução impacta diretamente no bolso.


Para se ter ideia, a utilização de apenas um ar-condicionado de 9 mil BTUs, modelo janela, durante um período de oito horas por dia, o consumo do aparelho, no mês, pode equivaler a 50,69% da residência. Outro estudo mostra que o uso do modelo split de 10 mil a 15 mil BTUs, durante as mesmas oito horas diárias, pode representar uma despesa de R$ 211,93 ao final do mês.


O que fazer?

Para aumentar a eficiência do produto, recomenda-se evitar a entrada do Sol no ambiente refrigerado e que a instalação seja feita em local com boa circulação de ar. Manter a temperatura em torno de 23º C é outra recomendação, já que temperaturas mais baixas podem não ser atingidas e fazer com que o aparelho trabalhe o tempo todo em potência máxima. Ah! e manter sempre limpos os filtros de ar faz bem à saúde física e do bolso.


O fato é que até o mês de abril vigora no Brasil a bandeira de escassez hídrica. A cada 100 KWh utilizados, o consumidor paga uma taxa de R$ 14,20.


Mais dicas:

• Dê preferência para lâmpadas LED; elas consomem menos e duram até dez vezes mais;

• Na hora de comprar um eletrodoméstico, verifique se ele possui o Selo Procel de Economia de Energia classe A, que são os campeões da economia;

• Não ligue muitos aparelhos na mesma tomada com o uso de T’s, pois isso pode provocar aquecimento nos fios, causando desperdício de energia e até mesmo acidentes graves;

• Desligue o ventilador e/ou umidificador sempre que deixar de usar o ambiente;

• Desligue a TV, rádios e vídeo games quando ninguém estiver usando. O modo stand by (aparelho ligado na tomada) indica que ele está consumindo o mínimo possível de energia para mantê-lo em condições de acionamento rápido.

Geladeiras, freezers, adegas e cervejeiras

• Faça revisões periódicas, com profissionais capacitados, das borrachas de isolamento das portas e sensores de temperatura, para evitar consumo excessivo;

• Evite abrir os equipamentos com frequência, pois o ar quente exige mais energia para resfriar e atingir novamente a temperatura ajustada;

• Colocar alimentos quentes dentro da geladeira pode aumentar o consumo de energia;

• Não utilize a parte de trás para secar objetos;

• Mantenha as saídas de ar do congelador desobstruídas;

• Não forre as prateleiras, isso dificulta a circulação interna do ar;

• Instale o aparelho em um local bem ventilado, longe do fogão, aquecedor e áreas expostas ao sol.

Chuveiro elétrico

• Feche a torneira para se ensaboar;

• Tome banhos rápidos e, se possível, com a chave de temperatura na posição "verão", o que pode reduzir o consumo em até 30%;

• Compre sempre chuveiros de menor potência (2 a 6 kW), que são eficientes e consomem menos;

• Limpe com frequência os orifícios de saída de água. Se não estiverem limpos, haverá menos água e o chuveiro terá que ficar mais tempo ligado.

Ferro de passar roupa

• Junte grande quantidade de roupas e passe/lave de uma só vez;

• O ferro de passar é um dos produtos que mais consome energia elétrica.


Precisa de grana para pagar as contas? Seja um Afiliado K90. Ótima oportunidade para ter uma renda extra!

Saiba mais: https://www.k90.com.br/afiliados/


Reduzindo Dívidas

Mais artigos

Voltar Início Ir ao Topo

© 2020-2022 K90 - Dívidas Negativadas
Política de Privacidade   |   WhatsApp: (31) 99872-2493
Dívidas Negativadas K90
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.