Pix: como recuperar o dinheiro em caso de golpe?

Publicada em 06 de Janeiro de 2022

  • Pix:  como recuperar o dinheiro em caso de golpe?

Embora tenha revolucionado a forma de fazer pagamentos e transferências, o Pix também sofre com casos de golpes e fraudes. Para resolver esta questão, o Banco Central criou há mais de um mês o mecanismo especial de devolução do Pix, justamente para tratar os casos de restituições de valores com suspeitas de fraudes ou falhas operacionais dos bancos. Embora sua funcionalidade tem sido questionada, você sabe como funciona este processo no seu banco?


Caixa

Caso não reconheça em sua conta alguma transação efetivada, o cliente precisará realizar o procedimento de contestação de débitos não reconhecidos, via agência de relacionamento. Após a contestação, o banco avaliará se há indícios de fraude e, caso confirmada, providenciará o pedido de devolução junto à instituição que recebeu. A Caixa Econômica Federal ratifica que transações por meio do Pix são realizadas apenas no ambiente digital da conta, como internet banking, aplicativos Caixa e Caixa Tem, de posse das informações para a segurança do acesso, como usuário e senha, e após o cadastramento de chave no Pix.


Banco do Brasil

Já no Banco do Brasil, o cliente pode fazer a contestação por meio do aplicativo BB. O valor a ser devolvido dependerá do saldo existente na conta que recebeu o dinheiro. Além disso, o montante pode ser devolvido parcialmente, até que seja atingido o valor total. É importante ressaltar também que o normativo do Banco Central não ampara a devolução de Pix enviado de maneira errada. Por isso, atente-se às chaves!


Bradesco

O processo, no Bradesco, é feito por meio do aplicativo. Basta clicar em Pix  / Extrato Pix. Ao detalhar a transação, deve-se clicar no link “não concordo com esta transação”. O acompanhamento pode ser feito por meio da opção “Minhas Contestações”. No caso de falha operacional, por conta de erro sistêmico, o pedido deve ser feito por meio das centrais de suporte.  


Itaú

O Itaú, por sua vez, solicita que o cliente contate o banco imediatamente, seja pelas centrais de atendimento ou via os gerentes de contas, para que se realize o procedimento de tentativa de bloqueio do valor na conta favorecida. No entanto, é válido ressaltar que a possibilidade da devolução depende da avaliação individualizada de cada caso, da rapidez na comunicação por parte do cliente e da disponibilidade do saldo na conta favorecida. O Itaú recomenda também que se faça um B.O para que as autoridades possam tomar as medidas necessárias. 


Santander

Também tratado de maneira digital, permite uma ação rápida de avaliação, bloqueio e devolução do valor assim que o pedido chega ao banco. A comunicação pode ser feita pelo atendimento telefônico, no número 4004-3535. Porém, o Santander ressalta que a regra não cobre transferências feitas por equívoco do usuário ou desacordos comerciais. Por isso, fique esperto!


Por falar em bancos, caso esteja com algum problema, como dívidas negativadas, a K90 Soluções Bancárias é a empresa mais indicada para resolver esta questão para você. Como diz o ditado: “Ano novo, vida nova...” Entre em contato e limpe seu nome em 2022! 


Reduzindo Dívidas

Mais artigos

Voltar Início Ir ao Topo

© 2020-2022 K90 - Dívidas Negativadas
Política de Privacidade   |   WhatsApp: (31) 99872-2493
Dívidas Negativadas K90
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.